Habilidade

Desenvolvimento das Habilidades Motoras: Conceitos, evidências e implicações à Educação Física e Esporte

Ideias iniciais

A ideia deste espaço é sintetizar o material relacionado ao desenvolvimento das habilidades motoras ao longo do ciclo de vida. Inicialmente iremos focar nas habilidades motoras básicas, combinadas e esportivas. Há três ambientes diferentes com esta temática:

  1. Apresentação dos instrumentos de avaliação com uma plataforma de treinamento para profissionais que buscam aperfeiçoar sua análise;
  2. Bibliografia relacionada.
  3.  Espaço no FACEBOOK destinado a interação e discussão sobre a temática – acessar.

Instrumentos de Avaliação

Os instrumentos e plataforma de ensino e treino de avaliação está organizada pela fase do ciclo de vida:

  • Habilidades Motoras Básicas
    • Arremessar
  • Habilidades Motoras Combinadas
    • Correr e Arremessar
  • Habilidades Motoras Esportivas

Arremessar

O objetivo deste material é treinar o avaliador para identificar o nível de desenvolvimento da habilidade motora básica de arremesso sobre o ombro. No entanto, não há apenas um instrumento, e tão pouco, uma ÚNICA forma de descrever e definir os critérios para constituir a análise do desenvolvimento da habilidade motora básica (HMB). Com isso, entende-se que um avaliador competente consegue ler e utilizar os diferentes instrumentos.

São apresentados 3 modelos de análise (instrumentos)

O primeiro considera a organização total do corpo, e assim com apenas um indicador descrever o nível de desenvolvimento de toda a ação. Tradicionalmente, a sua principa obra de divulgação (Gallahue e Ozmun, 2005) classificavam a HMB em inicial, elementar e madura. No entanto, dada a mudança conceitual da área de DM a terminologia, atualmente, o nível de desenvolvimento é descrito em: Estágio Inicial (Primeiro estágio), Estágios Emergentes (Estágios intermediários entre o inicial e o proficiente) e Estágio Proficiente (último estágio). Este modelo de análise é denominado de análise da configuração total do corpo (Gallahue, Ozmun e Goodway, 2013). 

O segundo modelo considera que os diferentes componentes da ação motora envolvidos na HMB podem apresentar diferentes velocidades de desenvolvimento, e assim, a análise é constituída por identificar o nível de desenvolvimento de cada componente da ação. Com isso, analisa-se p.ex. braço, tronco e pernas, sendo que cada um pode estar entre os estágio 1,2,3,4, etc. Não é a mesma quantidade de estágios para cada componente, e há diferentes componentes para as diferentes habilidades. Para a HMB de arremessar há o componente: Ação preparatória do Antebraço (3 níveis); ação do úmero (3 nívies); ação do tronco (3 nívies); ação dos pés (3 nívies). Este modelo de análise é denominado de Análise por componente  da ação (Roberton e Halverson, 1984).

O terceiro modelo também parte da análise por componente, mas com algumas adaptações consiste em apenas realizar a discriminação e quantificação dos componentes com desenvolvimento motor máximo, ou seja, observa-se se um dado componente da ação (p.exe. ação do braço) apresenta-se no nível máximo de desenvolvimento para o arremessar. Quando todos os componentes estão no máximo do desenvolvimento em duas realizações defini-se que a criança apresenta maestria naquela habilidade. Este modelo de análise é denominado de Análise dos critérios de proficiência – advém do Test of Gross Motor Development II – TGMD II (Ulrich, 2000).

Para realizar as análises do arremessar se oriente pelo Material didático (clique aqui), assista aos vídeos abaixo e preencha a lista de observação (clique aqui). Depois para receber feedback da análise envie os resultados pelo formulário (clique aqui). Após isso, me avise (lucianob@usp.br) que terminou a análise. Vale destacar que os resultados são enviados individualmente, assim, para cada criança preencha um formulário no qual estão as três formas de avaliação, cada um requer critérios e anotações diferenciadas:

  • Os estágios a partir da configuração total do corpo de Gallahue et alli (2013) e/ou Gallahue e Ozmun (2005);
  • Os componentes e seus níveis de Haywood e Gethell (2010);
  • Os critérios do TGMD II de Ulrich (2000).

 

Vídeos para avaliação

ARREMESSAR

BiBliografia

 

Anúncios